atividades de verão

Verão nos Ecos – Julho

As atividades de verão apareceram na associação para responder às necessidades sentidas no âmbito do trabalho do Centro Comunitário e no apoio direto às famílias económica e socialmente vulneráveis. Estas resultaram pela incapacidade financeira das famílias suportarem as despesas dos campos de férias ficando assim as crianças e jovens sem retaguarda familiar ou sem ocupação dos tempos livres, de forma saudável e estruturada. Outra causa foi a que as crianças a partir dos 10 anos não estavam abrangidas pelos ATL´s que funcionam nas escolas.

Desde 2004 temos realizado de forma regular atividades (exceto 2020 e 2021), em julho, para crianças e jovens dos 6 aos 16 anos, com apoio de monitores/as e de um programa estruturado, das 14h às 18h, para as crianças e jovens da comunidade e do Centro Comunitário Ecos Urbanos-

Pretende-se proporcionar atividades que abranjam todas as áreas de expressão, potenciando a criatividade e individualidade de cada um/a e promovendo o desenvolvimento pessoal e social.

Ao mesmo tempo, trabalham-se as relações de confiança e amizade e os estilos de vida saudáveis priorizando a integração social e a igualdade de oportunidades.

Esta atividade conta com o apoio de uma série de entidades parceiras nomeadamente; Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite, Câmara Municipal de S. João da Madeira entre outras.

Verão nos Ecos – Agosto

As atividades de verão de agosto apareceram na associação em agosto de 2001, para responder à inexistência de resposta de ocupação de tempos livres em agosto. A associação foi a única entidade no concelho, durante um largo período de tempo, a ter esta resposta para a comunidade.

Inicialmente foi pensada como apoio direto às famílias económica e socialmente vulneráveis, que não tinham capacidade financeira para suportarem as despesas de outras ocupações, e como resposta ao Centro de Acolhimento da Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira, que não tinha onde integrar as suas crianças.

Posteriormente alargou a toda a comunidade e desde então tem funcionado de forma interrupta tendo integrado aproximadamente 1400 participantes.

O campo de Férias, não residencial, é licenciado pelo Instituto Português da Juventude – IPDJ - I.P., funciona de 2.ª a 6ª feira, das 9h às 17h, com lotação máxima de 75 jovens e mínima de 25, dos 6 anos 16 anos.

A programação tem por base a diversidade, quantidade e a riqueza das experiências, dentro e fora da cidade com atividades artísticas, lúdicas, pedagógicas e desportivas diárias, para as crianças e jovens da comunidade e do Centro Comunitário Ecos Urbanos.

Esta atividade conta com o apoio de diversas entidades parceiras, nomeadamente; Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P., Câmara Municipal de S. João da Madeira, Agrupamento de Escolas João da Silva Correia, entre outras.

Subscreve a nossa newsletter

Instituição Particular de Solidariedade Social
© 2022 Ecos Urbanos - WebDesign by ¬ CASH
envelopephonemap-markersmartphone linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram